14 de setembro de 2021 Atualizado 11:48

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19

Americana abre agenda para pessoas de 40 e 41 anos e xepa para 35 anos ou mais

Cidade recebeu 3.650 doses da vacina AstraZeneca, que ajudarão a iniciar a vacinação da faixa mais nova dos 40 anos a partir desta quinta

Por João Colosalle

30 jun 2021 às 12:46 • Última atualização 30 jun 2021 às 16:31

A Prefeitura de Americana divulgou nesta quarta-feira (30) que irá abrir o agendamento para a vacinação de pessoas com 40 e 41 anos contra a Covid-19. As vagas ficarão disponíveis pelo site da prefeitura (neste link) após as 14h.

Depois de informar ontem que havia adiado o início da imunização para a nova faixa etária, por falta de doses, o município confirmou que recebeu hoje mais 3.650 doses da vacina AstraZeneca, para vacinar o público de 40 a 42 anos a partir desta quinta-feira (1º). Para pessoas de 42 anos, a imunização já havia sido anunciada na segunda-feira (28).

A prefeitura também anunciou que reduziu a idade para os moradores que queiram tentar se vacinar com a “xepa” da vacina, que são as doses que sobram ao final do dia nos locais de aplicação.

Agora, pessoas com 35 anos ou mais poderão se cadastrar para tentar adiantar a imunização. A partir desta quinta, os interessados podem informar o interesse nos locais de aplicação – Unisal, FAM, prédio administrativo da Unimed e UBSs (Unidades de Saúde Básica) – de maneira presencial ou por telefone.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Segundo a administração, poucas doses têm restado – cerca de 20 por dia. No caso da vacina AstraZeneca, que tem validade de 48 horas, é mais difícil que as doses sobrem, já que podem ser utilizadas nos dias seguintes.

Andamento da vacinação

Americana aplicou, nesta terça-feira (29), 3.191 doses da vacina contra a Covid-19. Foram vacinadas 1.301 pessoas com a primeira dose (a maioria em pessoas com 42 anos ou mais) e 22 com a segunda.

Também foram vacinadas 1.868 pessoas de 42 anos ou mais com a dose única da vacina da Janssen, cujo primeiro lote chegou nesta semana à região.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Atualmente, o município já aplicou 137.957, sendo 102.785 da primeira dose, 33.304 da segunda e 1.868 de dose única.

Cenário da Covid-19 em Americana

Depois de alcançar o maior número de infecções pelo coronavírus dentro de um mês, na semana passada, Americana atingiu nesta terça-feira (29) outra marca trágica na pandemia: junho de 2021 se tornou o mês em que mais moradores da cidade morreram pela Covid-19.

Segundo levantamento do LIBERAL em dados de boletins divulgados pela prefeitura, foram 116 óbitos relacionados à doença entre 1º e 29 de junho. Até então, era abril quem detinha o recorde negativo, com 108 mortes dentro do mês.

Nesta terça, a prefeitura confirmou mais 12 mortes pela doença, chegando ao total de 691 moradores vítimas da pandemia, que teve início em março de 2021.

Publicidade