06 de dezembro de 2021 Atualizado 14:44

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Ajudante perde R$ 23 mil em golpe com falso funcionário do Nubank

Vítima recebeu ligação de um homem que afirmou ser funcionário do banco e pediu uma foto com o RG; meses depois, homem tomou conhecimento de prejuízo

Por Paula Nacasaki

19 fev 2020 às 18:02 • Última atualização 19 fev 2020 às 20:06

Um ajudante de 46 anos procurou a CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Americana na noite desta terça-feira (18), relatando que perdeu mais de R$ 23 mil em um golpe aplicado por um suposto funcionário do Nubank.

Ele relatou que um homem ligou em seu celular em janeiro deste ano, dizendo ser um funcionário do banco digital Nubank. Ele pediu que o ajudante mandasse pelo aplicativo sua foto com o RG, o que foi feito pela vítima.

Foto: Arquivo / O Liberal
O caso foi registrado na CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Americana

O suposto funcionário explicou que o sistema estava apresentando erros e que terceiros estavam tentando acessar a sua conta e, por esse motivo, seria necessário os documentos para atualizações.

Na época do pedido não houve desconfiança. Porém, na noite de terça, o homem foi contado pela Nubank e informado que havia entre suas transações um empréstimo de R$ 12 mil, além de duas transferências em contas distintas, uma no valor de R$ 5,5 mil e a outra de R$ 6,3 mil.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

Em depoimento à Polícia Civil, a vítima relatou que não autorizou nenhuma operação bancária.

O Nubank foi questionado pela reportagem do LIBERAL sobre o ocorrido e respondeu que o caso foi tratado diretamente com o cliente, com todas as devidas providências sendo tomadas.

Aproveitamos para esclarecer que – em nenhuma hipótese – fazemos ligações para clientes solicitando o envio de fotos e que nunca pedimos para que os clientes nos mandem seus documentos ou outras informações sensíveis por e-mail. O tipo de atividade relatada pelo cliente é crime e sempre iremos colaborar com as autoridades competentes para investigar e coibir ações como esta – afirmou ainda, em nota.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

O podcast Além da Capa tem um episódio dedicado a diversos casos de golpes aplicados na região. O objetivo deste podcast é explicar como essas ações funcionam, o que as vítimas relatam às autoridades e como se proteger da abordagem de criminosos, seja pela internet ou pessoalmente. Ouça:

{{1}}

Publicidade