Água falta em pelo menos 15 bairros de Americana

Segundo o DAE, um incêndio em um painel de força da Estação de Tratamento de Água é o motivo do problema; moradores relatam desabastecimento há meses


Pelo menos quinze bairros de Americana registram falta de água nos últimos dias, segundo apurou o LIBERAL nesta segunda-feira (23). Em casa, para prevenir o contágio do novo coronavírus (Covid-19), os moradores relatam contas altas e higienização comprometida com as torneiras secas.

De acordo com o DAE (Departamento de Água e Esgoto), um incêndio em um painel de força é o motivo do problema. A autarquia diz que trabalha para resolver a situação o mais breve possível.

“Novamente estamos sem água na região do Parque Universitário. É um momento grave e complicado, em que limpeza e higienização são primordiais, e o DAE não tem condições de oferecer água na torneira dos moradores da região do Parque Universitário, Parque Novo Mundo e Terramérica I e II”, resumiu Caio Rangel, morador do Parque Universitário.

Foto: Arquivo Pessoal
“Moro no Parque Novo Mundo há pelo menos 17 anos e eu nunca vi uma situação como esta”, conta Daniela Carolina Scamatti Lourenço

“Moro no Parque Novo Mundo há pelo menos 17 anos e eu nunca vi uma situação como esta que a gente tem vivido nos últimos meses. Não há um dia sequer que a gente não fica sem água aqui, à tarde ou no período da manhã”, conta a fisioterapeuta Daniela Carolina Scamatti Lourenço, de 43 anos.

Podcast: Sete edições do Além da Capa para ouvir durante a quarentena

No Jardim Glória, Daniele Liasch De Moura, de 33 anos, conta que é a terceira semana em que ela e a família enfrentam a falta d’água, principalmente no período entre 14h e 23h. O final de semana também foi com as torneiras secas. “Muitos vizinhos têm caixa d’água e por isso não perceberam. Aqui onde eu moro a água vem diretamente da rua”, explica ela.

No Jardim Terramérica, a fotógrafa de Luciana Souza, de 35 anos, e que mora no bairro há sete anos, conta que sempre teve falta d’água. “E a conta continua vindo do mesmo jeito, eles não diminuem o valor, pelo período que ficamos sem”, desabafou.

Podcast: Sete edições do Além da Capa para ouvir durante a quarentena

Um morador do Jardim Ipiranga, que preferiu não ser identificado, relatou ao LIBERAL que o problema no bairro também é frequente há meses. “Eles vieram há um mês e meio mais ou menos e trocaram uma canalização. Resolveu por uns dias, mas quase na mesma semana continuou faltando água. Dificilmente ficamos um dia, aqui na minha rua, sem faltar água”, contou.

Nesta segunda-feira, o LIBERAL reuniu outros relatos semelhantes nos bairros Jardim São Paulo, Vila Santa Catarina, Jardim Ipiranga, Frezzarin, Mollon, Santa Cruz, Parque das Nações, Bosque dos Ipês e Antônio Zanaga.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

Questionado pela reportagem, o DAE respondeu que o abastecimento de diversos bairros estão comprometidos nesta segunda, após o painel de força da ETA pegar fogo. Este problema prejudicou os bairros Santa Catarina, Jardim São Paulo, Jardim São Pedro, Vila Medon, Cidade Jardim, Parque Novo Mundo, Parque Universitário e Terramérica.

A autarquia declarou, entretanto, que outros bairros podem ter problemas pontuais e desconhecidos até então. “O DAE orienta que o reclamante entre em contato com o 0800 123 737 para registrar a reclamação e para que a autarquia tome as providências”, informou em nota.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora