22 de janeiro de 2021 Atualizado 22:16

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

FEMINICÍDIO

Acusado de matar companheira no Jardim dos Lírios é preso

José Maurício da Silva foi detido pela Gama e confessou o crime; Joice Aparecida Porto foi morta esfaqueada pelo acusado

Por Paula Nacasaki

30 nov 2020 às 07:48 • Última atualização 30 nov 2020 às 09:44

O servente de pedreiro José Maurício da Silva, de 31 anos, apontado como o responsável por ter matado a mulher a facadas na manhã de domingo (29) no Jardim dos Lírios, em Americana, foi localizado pela guarda municipal na Rua das Petúnias horas depois do crime.

Joice Aparecida Porto, de 25 anos, foi esfaqueada e morta pelo companheiro durante a madrugada de domingo, na Rua Pica-Pau. O caso foi registrado na Delegacia de Americana como feminicídio.

José Maurício da Silva teria confessado o crime para a Gama – Foto: Divulgação

De acordo com o registro policial, Silva foi detido pela Gama (Guarda Municipal de Americana), que realizava patrulhamento pelo bairro na tentativa de encontrar o autor das facadas.

Por volta de 19h10, os patrulheiros receberam informações de populares que o suspeito queria se entregar e estaria na Rua das Petúnias, onde foi localizado.

Joice Aparecida Porto foi morta pelo companheiro na madrugada deste domingo – Foto: Reprodução / Redes Sociais

O homem confessou aos guardas que tinha esfaqueado a companheira, mas não revelou onde deixou a arma do crime. Maurício tinha um ferimento na cabeça e alegou aos guardas que tinha sido agredido com uma barra de ferro por familiares após o crime.

Ele recebeu atendimento médico no Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi. Em seguida, foi preso em flagrante e encaminhado para a cadeia de Sumaré. 

Violência
Joice já havia reclamado do comportamento violento do companheiro, com quem tinha uma filha e mantinha uma união estável. Segundo informações da SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo), o relato foi feito pela mãe de Joice à Polícia Civil de Americana e está no boletim de ocorrência referente ao caso.

Publicidade