Suspeito de latrocínio em açougue confessou crime, diz PM

Vinícius Pereira de Oliveira foi detido no domingo, em Campinas, pelo Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar


Vinícius Pereira de Oliveira, de 23 anos, preso na manhã deste domingo em Campinas suspeito de matar a dona de um açougue em Americana durante assalto no domingo passado, confessou o crime. As informações são do Baep (Batalhão de Operações Especiais) da PM (Polícia Militar) de Campinas, que fez a prisão.

Foto: Reprodução
Vinícius foi detido pelo  Batalhão de Ações Especiais (Baep) da Polícia Militar, na manhã deste domingo

Oliveira foi detido por volta das 9h, na Rua Igarapé, no Jardim Aeroporto de Viracopos, na região do Ouro Verde, em Campinas, onde mora. Na casa dele, na mesma rua, foi encontrada a aliança de um funcionário do açougue.

O Baep tinha recebido a informação de que Oliveira foi visto na rua e o encontrou ali. De acordo com policiais que participaram da detenção, ele assumiu e contou como o crime aconteceu. O rapaz também foi reconhecido pelas imagens de câmeras.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp

Oliveira foi levado para a DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Americana.

O crime

No último domingo, dia 13, Giani Aparecida Molina de Lião, de 54 anos, foi morta após ser baleada durante roubo à Casa de Carnes Colina, em Americana. Seu marido, José Roberto de Lião, de 57 anos, também foi baleado.

Ouça o Além da Capa, o podcast do LIBERAL

Os dois eram donos do açougue, que fica na Chácara Machadinho. O ladrão rendeu uma funcionária que tirava o lixo, entrou com ela e rendeu todos. Giani e o marido entregaram R$ 495 para o assaltante, mas reagiram e foram baleados.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora