09 de julho de 2020 Atualizado 14:12

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Americana

Acusado de assaltar mulher em frente ao banco é preso pela DIG

Crime aconteceu no último dia 22, na Av. Nossa Senhora de Fátima, e suspeito foi detido em Hortolândia

Por Rodrigo Alonso

29 jun 2020 às 14:06 • Última atualização 29 jun 2020 às 18:14

A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Americana prendeu um homem acusado de assaltar uma mulher na Avenida Nossa Senhora de Fátima, na Vila Israel, em frente ao banco Santander. O crime aconteceu no último dia 22. Os policiais detiveram o suspeito nesta segunda-feira (29), em Hortolândia.

Jonata Samuel Pereira Corrente foi preso em casa nesta segunda-feira – Foto: Reprodução

O indiciado, Jonata Samuel Pereira Corrente, de 21 anos, estava em sua casa, no Jardim Amanda. Os agentes também apreenderam o carro utilizado no roubo, além de uma pistola calibre .380. A Polícia Civil não sabe dizer se essa foi a arma usada no assalto.

Dois homens cometeram o crime, conforme imagens captadas por uma câmera de segurança e divulgadas pela DIG nesta segunda.

Eles roubaram R$ 25 mil da vítima, que trabalha num posto de combustível e ia depositar o valor na agência bancária. O dinheiro era a renda gerada pelo estabelecimento no fim de semana dos dias 20 e 21, de acordo com a delegacia.

Arma foi apreendida na casa de Jonata, mas não há confirmação se a mesma foi utilizada no assalto – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Os assaltantes abordaram a funcionária do posto antes de ela entrar no banco. Um deles segurou a vítima por trás e pegou a bolsa dela, enquanto o outro ficou com uma arma de fogo apontada para ela. Jonata é o homem que agarrou a mulher, segundo a DIG. Ela o reconheceu como um dos autores do crime.

A delegacia também está atrás do outro homem. A polícia desconfia que os dois sabiam da existência do dinheiro, pois eles esperaram a vítima por cinco minutos em frente ao banco. Nesse período, outras pessoas passaram perto dos ladrões.

Dois homens cometeram o assalto, conforme imagens captadas por uma câmera de segurança e divulgadas pela DIG – Foto: Reprodução

INVESTIGAÇÃO
Antes do crime, os criminosos deixaram um carro estacionado a dois quarteirões da agência. Depois do assalto, eles foram a pé até o veículo e fugiram – ação flagrada por câmeras de segurança.

A DIG, por meio do sistema de videomonitoramento municipal e com o apoio da Gama (Guarda Municipal de Americana), conseguiu identificar o emplacamento do automóvel, que está no nome do padrasto de Jonata.

Entre os objetos apreendidos, alguns são itens de valor e há suspeita de que também tenham sido roubados – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Com essa informação em mãos, os policiais chegaram até o acusado nesta segunda. Na residência dele, havia objetos de valor, como relógios, joias e celulares. A equipe também encontrou 10 gramas de maconha, que ele alegou ser para consumo próprio.

A Polícia Civil acredita que os objetos possam ter sido roubados. “A gente deixa um alerta para pessoas que foram vítimas de assalto nessa modalidade de saidinha de banco ou chegadinha de banco. Que entrem em contato aqui com a DIG de Americana para que possa ser feito o reconhecimento fotográfico”, diz Emerson Siqueira, agente da DIG.

A delegacia indiciou Jonata por roubo e posse ilegal de arma. Ele foi encaminhado para a Cadeia Pública de Sumaré. Questionada pelo LIBERAL, a defesa do acusado não quis se manifestar.