03 de julho de 2020 Atualizado 11:49

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Acompanhe os reflexos do coronavírus em Americana

Levantamento feito pelo LIBERAL aponta reflexos do novo coronavírus (Covid-19) na Educação, Saúde, Segurança, Comércio, Indústria e Lazer

Por Isabella Holouka

24 mar 2020 às 11:46 • Última atualização 02 abr 2020 às 08:40

O prefeito de Americana Omar Najar (MDB) determinou o estado de quarentena no município no último dia 21, com início imediato, após o governo estadual anunciar a medida a partir do dia 24 e valendo até o dia 7 de abril.

No último dia 24, a Prefeitura de Americana decretou o estado de calamidade na cidade por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), uma medida sem prazo para se encerrar e que dá mais liberdade para a prefeitura no combate ao contágio pelo vírus. Desde então outras decisões foram tomadas pelo poder público, afrouxando as restrições e, posteriormente,  retomando o regramento do Estado de São Paulo.

Os moradores de Americana sentem os reflexos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Um Comitê de Gestão de Crise foi criado no município, com a Secretaria de Ação Social e Desenvolvimento Humano e a Defesa Civil, para definir ações de combate.

Primeiro caso com diagnóstico positivo de coronavírus na cidade, o empresário Gustavo Azzolini, de 41 anos, confirmou ao LIBERAL que se curou da doença, após internação em São Paulo. A reportagem acompanha diariamente os casos suspeitos em Americana.

Confira um levantamento feito pelo LIBERAL que aponta reflexos do novo coronavírus (Covid-19) em Americana na Educação, Saúde, Segurança, Comércio, Indústria e Lazer, atualizado às 20 horas desta quarta-feira (1º).

Educação

O primeiro anúncio de suspensão de aulas no município foi no dia 15.  As escolas das redes municipais e estaduais de Americana optaram por antecipar as férias dos alunos e professores a partir do último dia 23. Os professores foram orientados a passar conteúdo pedagógico para os alunos pelas redes sociais e outras plataformas digitais.

A secretária de Educação Evelene Ponce Medina disse que a Prefeitura de Americana estuda maneiras de continuar oferecendo merenda escolar para estudantes carentes no período de aulas suspensas.

Na rede particular, a reportagem do LIBERAL apurou que as aulas presenciais estão suspensas e as disciplinas são lecionadas normalmente no sistema EAD (Ensino à Distância).

A Fatec (Faculdade de Tecnologia) de Americana também suspendeu as aulas, bem como atendimentos e colação de grau, desde a última semana. O adiantamento do recesso escolar segue a medida adotada pela Secretaria Estadual de Educação. Já a FAM (Faculdade de Americana) e a Unisal (Centro Universitário Salesiano) migraram as atividades para o sistema EAD.

Saúde

A Secretaria de Saúde do município fez um apelo para que a população procure o pronto-socorro do Hospital Municipal ou do bairro Antônio Zanaga quando realmente houver necessidade, evitando sobrecarregar o sistema. A orientação é procurar o pronto-socorro “quando os indivíduos apresentarem quadro de saúde que mereça atenção imediata dos profissionais de saúde”.

A campanha de vacinação nacional contra a gripe teve início no último dia 23 em Americana. Com a imunização de mais de 27,6 mil pessoas, a campanha foi suspensa e a Secretaria de Saúde aguarda um novo lote.

A Vigilância Epidemiológica informou que adiou a vacinação de rotina durante a primeira fase da campanha de vacinação contra gripe, seguindo determinação do Ministério da Saúde, com o objetivo de evitar o contato entre crianças e idosos.

A prefeitura chegou a divulgar que é falsa a mensagem de que a vacinação para a gripe será realizada por ordem alfabética, desmentindo uma arte com informação “fake” que circulou em grupos de Whatsapp e nas redes sociais nos últimos dias.

O Hospital Municipal vai contar com uma ala para receber pacientes com síndromes respiratórias durante pandemia. A área de isolamento está em fase de conclusão e, segundo a Secretaria de Saúde, vai funcionar no antigo pronto-socorro. Pacientes em estado grave serão conduzidos à unidade semi-intensiva, do novo pronto-socorro, que possui dez leitos totalmente equipados com ventiladores mecânicos e demais itens de emergência

No último dia 18, a Secretaria de Saúde de Americana suspendeu todas as consultas médicas e cirurgias agendadas, com exceção das oncológicas, de neurologia, psiquiatria e nefrologia. Foram mantidos apenas os exames de urgência e emergência, acompanhamento de gestantes e casos específicos, de acordo com avaliação de uma equipe técnica.

A recomendação também era para que consultas eletivas da rede privada fossem temporariamente suspensas, ajudando no isolamento social, principalmente da população idosa.

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) também contribuiu para a baixa no número de doadores ao Banco de Sangue do Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi.

Para facilitar o acesso da população aos hospitais, até mesmo a cobrança da área azul foi suspensa. Já o atendimento na Farmácia Central de Americana, a quem precisa de medicamento de uso contínuo, passou a ser realizado com agendamento por telefone.

Segurança

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) afetou o atendimento nas delegacias de Americana. Na CPJ (Central de Polícia Judiciária) é permitida a entrada de apenas uma pessoa por vez e o balcão de atendimento foi isolado.

A orientação é que boletins de ocorrência sejam registrados pela Internet, sempre que possível. Contudo, uma portaria da delegacia geral do Estado orienta o atendimento direto, com devidas cautelas, em casos de morte ou desaparecimento de pessoa, violência doméstica contra crianças e adolescentes, estupro, sequestro e cárcere privado, roubo e/ou extorsão e flagrantes.

A portaria proíbe negar o atendimento e deixa a cargo do delegado se o fato apresentado precisa de uma providência imediata ou se o procedimento pode ser adiado.

No primeiro final de semana de restrições, a Gama (Guarda Municipal de Americana) havia flagrado 80 estabelecimentos abertos irregularmente, seguindo o decreto publicado na última semana, que suspendia a validade dos alvarás de funcionamento de casas noturnas, pubs e outros tipos de bares que “promovam alta concentração e circulação de pessoas”.

O comandante da corporação Marcos Guilherme explicou que há equipes de patrulheiros focados no auxílio às unidades de vigilância sanitária do município, com a fiscalização de estabelecimentos que deveriam estar fechados, e equipes voltadas para o patrulhamento rotineiro, atendendo às solicitações da população. Também orientou à população que não hesite em entrar em contato com a Guarda pelos números 153 ou (19) 3461-8631.

Comércio

Um novo decreto da Prefeitura de Americana, publicado nesta quarta-feira (1º) revogou as exceções concedidas nos últimos dias. O posicionamento da administração municipal mostra que, de agora em diante, seguirá o regramento adotado pelo Estado, mesmo contrariada.

Com isso, segmentos que haviam sido liberados pelo decreto municipal de 27 de março, como salões de beleza, terão de fechar as portas, já que não são autorizados pelo Estado a funcionar durante a quarentena.

De acordo com o decreto de quarentena estadual, podem funcionar os seguintes comércios:

  • Saúde: hospitais, clínicas, farmácias, clínicas odontológicas, lavanderias e serviços de limpeza e hotéis;
  • Alimentação: supermercados, hipermercados, açougues e padarias, bem como os serviços de entrega (delivery) e aqueles que permitem a compra sem sair do carro (drive thru) em bares, restaurantes e padarias;
  • Abastecimento: transportadoras, armazéns, postos de combustíveis, oficinas de veículos automotores, transporte público, táxis, aplicativos de transporte, serviços de call center, pet shops e bancas de jornais;
  • Segurança: serviços de segurança privada;
  • Comunicação social: meios de comunicação social, inclusive eletrônica, executada por empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora e de sons e imagens.

Serviços considerados essenciais e que estão autorizados a funcionar podem fazer atendimentos por delivery durante o estado de calamidade, que entrou em vigor na cidade no último dia 24.

O prefeito de Americana, Omar Najar (MDB), vetou o consumo dentro das lojas de conveniência em postos de combustíveis. Elas poderão operar normalmente, mas o consumo dos produtos tanto no local quanto na área do posto estão proibidos.

O comércio de rua em Americana foi fechado em atendimento à determinação dos governos municipal e estadual. No último dia 23, a diretoria da Acia (Associação Comercial e Industrial de Americana) anunciou uma reunião para discutir medidas que minimizem os impactos do novo coronavírus (Covid-19) na economia da cidade.

No último dia 21, dia em que tanto o prefeito Omar Najar quanto o governador João Doria se pronunciaram sobre o fechamento das lojas, a Acia – até então relutante – disse que ia orientar os associados e logistas a fecharem os estabelecimentos.

Indústria

No último dia 20, a Goodyear anunciou a suspensão temporária da fabricação em suas plantas nas Américas, o que inclui a unidade de Americana. Válida pelo menos até o dia 3 de abril, a medida tem como objetivo evitar a disseminação do novo coronavírus (Covid-19), protegendo a saúde dos colaboradores.

O decreto de quarentena, do governo estadual, porém, não impede o funcionamento de empresas. Pelo contrário. Em entrevista, o governador João Doria ressaltou que as indústrias continuem em atividade.

Transporte

Os ônibus do transporte público de Americana funcionam com redução de 20%. Inicialmente, a Sancetur (SOU Americana) informou que a frota seria mantida nos horários de pico. Posteriormente, a redução na quantidade de passageiros fez com que a empresa reduzisse a frota em 20% de uma maneira geral.

A Utransv (Unidade de Transportes e Sistema Viário) da Prefeitura de Americana prometeu divulgar uma relação de horários e linhas que foram mantidos em circulação.

O posto de atendimento no andar superior do Terminal Urbano de Americana também foi fechado, em função da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A Utransv informou que o prazo para o pagamento de multas e indicação de condutor infrator foi prorrogado até o dia 15 de maio, atendendo a deliberação do Contran (Conselho Nacional de Trânsito). O objetivo é evitar aglomerações nos órgãos públicos e entidades do STN (Sistema Nacional de Trânsito).

Lazer

O Parque Ecológico e o Jardim Botânico de Americana foram fechados por tempo indeterminado no último dia 18, para evitar a aglomeração de pessoas. O secretário de Cultura Fernando Giuliani chegou a explicar, naquela oportunidade, a preocupação com os funcionários da portaria do zoológico, que são idosos, e explicou que as equipes de alimentação e trato animal continuam o trabalho permanente.

Outros

As agências bancárias de todo o País funcionarão em horário restrito até o fim da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), de acordo com anúncio da Febraban (Federação Brasileira de Bancos). A partir do último dia 25, o público passou a ser atendido das 10h às 14h, de segunda a sexta-feira. O período das 9h às 10 horas foi dedicado exclusivamente ao atendimento dos idosos, gestantes e pessoas portadoras de deficiências.

No último dia 23, a Caixa Econômica Federal informou que restringiu os atendimentos presenciais nas agências aos serviços essenciais de quem não possui cartão e senha, sendo que os demais serviços devem ser realizados nos terminais de autoatendimento ou pelo Internet Banking.

Academias também tiveram as atividades suspensas temporariamente no município, desde a última quarta-feira (18).