320 caminhões de barro já fora retirados de lagoa

Obra de desassoreamento da lagoa do Parque Ecológico de Americana teve início em 13 de maio; 28 macacos foram transferidos de suas ilhas


A Prefeitura de Americana, por meio da Sosu (Secretaria de Obras e Serviços Urbanos) informou que, até a última semana, 320 caminhões de barro já haviam sido retirados da lagoa do Parque Ecológico “Cid Almeida Franco”, em obras de desassoreamento que tiveram início no dia 13 de maio.

Foto: Marília Pierre / Prefeitura de Americana
Obras de desassoreamento tiveram início em 13 de maio deste ano

Para a realização dos trabalhos, os 28 macacos que vivem nas ilhas que ficam na lagoa foram transferidos para uma área fechada, onde permanecem até a conclusão dos trabalhos. Além dos primatas, os peixes da lagoa também foram levados para outros reservatórios do espaço.

De acordo com o secretário de Cultura e Turismo de Americana, Fernando Giuliani, a obra se fez necessária em função da pouca profundidade que a lagoa tinha nos últimos tempos, de cerca de 1,5 metro. O trabalho de desassoreamento aumenta profundidade e impede o risco de fuga dos macacos, bem como danos à saúde dos peixes que ali vivem.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora