Mastercard reduz projeção para receita trimestral por causa de coronavírus


A Mastercard reduziu as projeções para o crescimento da sua receita líquida no primeiro trimestre de 2020 por causa dos efeitos do surto de coronavírus no comércio e em viagens internacionais.

Em comunicado ontem, a empresa afirmou que espera agora alta de 9% a 10% na comparação anual – antes, a expectativa era de crescimento superior a 10%. Nos negócios do pré-mercado em Nova York desta terça-feira, a ação da Mastercard recuava cerca de 1,5% às 10h20 (de Brasília).

“Se as tendências que observamos recentemente – principalmente em nossos catalisadores transfronteiriços – continuarem até o final do trimestre, o crescimento da receita líquida na comparação anual do primeiro trimestre será aproximadamente 2 a 3 pontos porcentuais abaixo do discutido em janeiro”, afirmou a empresa. A projeção desconsidera aquisições.

A Mastercard também disse que o impacto do coronavírus está limitado ao primeiro trimestre. “Esperamos que nosso crescimento de receita líquida em 2020 fique na faixa mais baixa da dezena”, disse a empresa. Fonte: Dow Jones Newswires.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora