TV americana noticiou teste positivo de Bolsonaro


A emissora americana Fox News divulgou ontem de manhã que o teste do presidente Jair Bolsonaro para coronavírus tinha dado positivo. Segundo reportagem do Jornal Nacional, da TV Globo, a informação foi dada por uma pessoa identificada como “porta-voz” do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

O Estado de S. Paulo teve acesso ao diálogo entre o jornalista da Fox e o suposto porta-voz, Alex Phares. “O primeiro teste voltou positivo, certo? Então estão fazendo mais testes agora”, questionou o jornalista. “Sim e sim, estão fazendo um teste adicional”, diz a mensagem atribuída a Phares. A Fox confirmou o conteúdo da conversa.

Nas mensagens, era discutido o horário de uma possível entrevista de Eduardo à emissora. “Eduardo está pronto para uma entrevista por Skype. Que hora vocês tem em mente?”, escreveu Phares. “Checando um segundo”, respondeu o jornalista. O porta-voz diz então que entre 11h30 e 12h30 seria um bom horário. “É melhor, porque é quando eles esperam que os resultados saiam”, afirma Phares.

Segundo fontes da emissora, depois da troca de mensagens com o suposto assessor, um funcionário da televisão falou por telefone com Eduardo, que confirmou a informação. “Eduardo, filho do presidente, disse à Fox News que eles estão fazendo mais testes para confirmar o diagnóstico”, dizia o texto publicado no portal da emissora na manhã de ontem. Em seguida, o filho do presidente criticou no Twitter a mídia por “mentiras e desinformação”.

Em entrevista ao programa America’s Newsroom, Eduardo negou que o pai tenha sido testado positivo. “Eu nunca ouvi que era positivo no primeiro exame.” Ele criticou sites brasileiros que divulgaram a informação, mas elogiou a Fox News. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora