21 de Maio de 2020 Atualizado 22:58

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Se algum governador é contra decreto das academias, vá à Justiça, diz Bolsonaro

Decreto do presidente incluiu academias, salões de beleza e cabeleireiros entre as atividades econômicas essenciais

Por Agência Estado

14 Maio 2020 às 19:37 • Última atualização 14 Maio 2020 às 21:19

O presidente Jair Bolsonaro disse durante Live nesta quinta, 14, que os governadores que discordarem do decreto presidencial – que incluiu academias, salões de beleza e cabeleireiros entre as atividades econômicas essenciais – podem ou apresentar uma alteração no Congresso Nacional ou reclamar ao Judiciário.

“Que entre com um projeto de decreto legislativo para tornar sem efeito o nosso decreto”, disse Bolsonaro. “Ou então vá na Justiça que pode aí uma autoridade do Judiciário dizer que é inconstitucional”, afirmou o presidente na transmissão ao vivo.