Presidente da CNI é mais um da comitiva da Bolsonaro com coronavírus

Com a confirmação do caso, já são 12 o número de pessoas que foram na viagem e contraíram a covid-19


Foto: Jane de Araújo - Agência Senado
Andrade integrou a comitiva do presidente Jair Bolsonaro na viagem aos Estados Unidos, na semana passada

O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, 72 anos, foi diagnosticado com o novo coronavírus. Andrade integrou a comitiva do presidente Jair Bolsonaro na viagem aos Estados Unidos, na semana passada. Com a confirmação do caso, já são 12 o número de pessoas que foram na viagem e contraíram a covid-19.

Saiba tudo sobre o coronavírus, o que ele provoca e como se prevenir

Segundo a assessoria da CNI, Andrade está bem, em isolamento domiciliar, e assintomático.

Durante a viagem, ele teve contato com o presidente Bolsonaro e o secretário de Comunicação da presidência da República, Fabio Wajngarten, que foi a primeira autoridade do governo federal a ser diagnosticada com o coronavírus.

Além de Wajngarten, tiveram resultado positivo para coronavírus o secretário-adjunto de Comunicação, Samy Liberman; o encarregado de Negócios do Brasil nos Estados Unidos, o embaixador Nestor Forster; o senador Nelsinho Trad (PTB-MS); e o chefe do cerimonial do Itamaraty, Alan Coelho de Séllos. Também confirmaram diagnóstico a advogada Karina Kufa e o publicitário Sérgio Lima, respectivamente tesoureira e marqueteiro do Aliança do Brasil, que viajaram em voo comercial para os Estados Unidos.

Além disso, outros quatro integrantes da equipe de apoio do voo que levou o presidente Bolsonaro aos Estados Unidos testaram positivo para o coronavírus.

Além dos 12 brasileiros, o prefeito de Miami, Francis Suarez, que recepcionou a comitiva brasileira, também está com a covid-19.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora