Planalto confirma que chefe da Secom, Fábio Wajngarten, está com coronavírus


A Secretaria de Comunicação da Presidência da República informou nesta quinta-feira, 12, que o secretário especial da pasta, Fabio Wajngarten, testou positivo para coronavírus e já realizou o exame de contraprova. Segundo a nota, o secretário está “cumprindo todas as recomendações médicas, em quarentena domiciliar, e só retornará ao seu trabalho quando não houver risco de transmissão da doença”.

O comunicado também informa que o governo brasileiro “já comunicou às autoridades do governo norte-americano a ocorrência do evento para que elas também adotem as medidas cautelares necessárias”. Wajngarten integrou a comitiva presidencial que acompanhou Jair Bolsonaro em viagem aos Estados Unidos na semana passada. Ele esteve inclusive presente no jantar com o líder norte-americano, Donald Trump.

“O Serviço Médico da Presidência da República adotou e está adotando todas as medidas preventivas necessárias para preservar a saúde do Presidente da República e de toda comitiva presidencial que o acompanhou em recente viagem oficial aos Estados Unidos, bem como dos servidores do Palácio do Planalto”, informou a nota.

Como revelou o jornal O Estado de S. Paulo, Bolsonaro está sendo monitorado no Palácio da Alvorada. Ele cancelou viagem prevista para hoje ao Rio Grande do Norte. Participaram da comitiva aos EUA os ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Fernando Azevedo e Silva (Defesa) e Bento Albuquerque (Minas e Energia).

Também viajaram os senadores Nelsinho Trad (PTB-MS) e Jorginho Mello (PL-SC); os deputados Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e Daniel Freitas (PSL-SC), o assessor especial Filipe Martins, o presidente da Embratur, Gilson Machado, o secretário especial de Pesca, Jorge Seif Jr, entre outros.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora