Moro: é falácia dizer que combate à corrupção prejudica produtividade da economia


O ministro da Justiça, Sergio Moro, defendeu nesta sexta-feira, 5, a atuação da Lava Jato no combate à corrupção, contestando a argumentação de que a operação foi negativa para a economia, pelos efeitos em empresas envolvidas nas investigações.

“Isso é uma falácia. O combate à corrupção é sempre positivo, sempre vai levar no curto, no médio e no longo prazo para benefícios para a economia”, disse o ministro, que foi juiz da Lava Jato em primeira instância.

Moro, contudo, disse que é possível aprimorar as formas de combate à corrupção. O ex-juiz também rejeitou a tese de que a Lava Jato quebrou empresas, pois os investigados eram pessoas físicas. “Os acordos feitos foram feitos com propósito de manter as empresas”, disse o ministro na capital paulista, em evento da XP Investimentos.

Moro sugeriu, inclusive, que os dirigentes de empresas que estejam envolvidos em atos de corrupção busquem preservar as empresas.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora