Moradores de Brasília fazem na mesma noite 2º panelaço contra Bolsonaro


Às 20h30, o panelaço foi retomado em Brasília, inclusive com fogos de artifício e buzinaço nas ruas da Asa Norte. Na Asa Sul, um morador usou um megafone para gritas palavras de or.

Algumas pessoas gritavam “corrupto”, “marginal” e “assassino”. Outros diziam que o governo “já caiu”.

Os brasilienses protestaram inclusive em quadras com apartamentos funcionais onde moram militares das Forças Armadas, como a 303 na Asa Norte e a 110 na Asa Sul.

O movimento se intensificou após inicio do Jornal Nacional e exposição da imagem de Bolsonaro na TV. Mais uma vez, durou cerca de 10 minutos na maioria dos bairros. O protesto ocorreu em janelas e varandas de Águas Claras, Noroeste, Sudoeste, Asas Norte e Sul, entre outros bairros.

Em resposta, houve gritos isolados de apoio ao presidente.

“Parece que é movimento espontâneo da população, é parte da democracia”, disse Bolsonaro horas antes da manifestação, em tom mais conciliador do que de costume. “Qualquer manifestação popular, nas ruas ou com panelaço, nós políticos devemos entender como parte da democracia.”

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora