Ministro Augusto Heleno chega ao Palácio do Alvorada


O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, chegou nesta quinta-feira, 12, ao Palácio da Alvorada. Heleno foi um dos quatro ministros que acompanhou Jair Bolsonaro em viagem aos Estados Unidos e teve contato com o secretário especial de Comunicação, Fabio Wajngarten, que testou positivo para coronavírus após retornar ao Brasil.

Assim como o presidente Bolsonaro, Heleno segue sendo monitorado. O presidente passou por exames, que devem ficar prontos nesta sexta, 13. Entretanto, segundo o deputado Eduardo Bolsonaro (PLS-SP), filho do presidente, Bolsonaro não apresenta sintomas. O presidente cancelou viagem ao Rio Grande do Norte prevista para hoje e não deixou o Palácio da Alvorada durante todo o dia.

Heleno também tinha exames previstos para esta tarde. O chefe do GSI, contudo, trabalhou normalmente no Palácio do Planalto na manhã desta quinta-feira (12). Pela idade, o ministro, de 72 anos, integra um dos grupos mais vulneráveis ao Covid-19, assim como Bolsonaro, que tem 64 anos.

O governo deve realizar nesta tarde reunião com representantes da Presidência e do Ministério da Saúde sobre a infecção do Secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten, e o monitoramento do presidente Jair Bolsonaro para novo coronavírus. O governo também estuda editar medida provisória para liberar para o Ministério da Saúde R$ 5 bilhões dos cerca de R$ 15 bilhões do Orçamento que ainda deve ser votado pelo Congresso.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora