Maia critica divulgação de manifestações pelo governo: não é papel da Secom


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou a Secretaria Especial de Comunicação da Presidência (Secom) por ter divulgado os protestos previstos para o próximo domingo, 15. “Não é papel da Secom”, disse. Ele evitou se estender no assunto e defendeu que é preciso focar em ações de combate ao coronavírus.

Mais cedo, a Secom destacou no Twitter uma fala do presidente Jair Bolsonaro sobre os atos, cuja divulgação é focada principalmente em ataques ao Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF).

Nas aspas de Bolsonaro, ele alega que os protestos são a favor do seu governo e nega que as manifestações sejam contra o Judiciário ou o Parlamento.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora