18 de julho de 2024 Atualizado 19:44

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Brasil e Mundo

Lula: Milei não ir ao Mercosul é ‘bobagem imensa’ e quem perde é o argentino

Por Agência Estado

09 de julho de 2024, às 08h31

O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva disse ser uma “bobagem imensa” o presidente da Argentina, Javier Milei, não comparecer à reunião do Mercosul. Ele deu a declaração a jornalistas em Assunção, no Paraguai, depois do encontro de líderes do bloco.

“Uma bobagem imensa de um presidente de um país importante como a Argentina não participar de uma reunião do Mercosul. Triste, é triste para a Argentina”, disse o petista.

“Ausência do presidente não atrapalha se o país está presente. Acho que quem perde não comparecendo não são os que vieram, mas quem não veio. Quem não veio desaprende um pouco, não sabe o que está acontecendo. Sempre que tem uma reunião com outro chefe de Estado eu faço questão de participar, porque sempre estou aprendendo alguma coisa”, declarou Lula.

O presidente brasileiro já havia feito um discurso com uma série de contrapontos ao argentino, sem citá-lo. Falou, por exemplo, contra “experiências ultraliberais”. “Ultraliberal” é um termo que pode ser aplicado a Milei.

“Acreditamos na importância da Argentina. A Argentina é um país extremamente importante para o sucesso do Mercosul. Se o presidente participa ou não, não interessa. O que interessa é que o povo argentino precisa do Mercosul e o Mercosul precisa do povo argentino”, disse o brasileiro.

Lula também criticou a participação de Milei na CPAC brasileira, evento promovido por bolsonaristas. “Eu acho que no final das contas o presidente da República perder tempo fazendo uma coisa de extrema direita é tão desagradável, tão antissocial, tão antipovo, tão antidemocrático. Eu não sei o que as pessoas ganham participando disso”, disse o petista.

Publicidade