17 de abril de 2021 Atualizado 23:00

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Política

Justiça condena Jair Bolsonaro a indenizar repórter

Repórter acionou a Justiça após sofrer ataque de cunho sexual, em fevereiro de 2020

Por Agência Estado

27 mar 2021 às 21:51 • Última atualização 28 mar 2021 às 12:35

“Ela queria um furo. Ela queria dar o furo”, disse o presidente, na saída do Alvorada - Foto: Alan Santos / PR_16.12.2020

A juíza Inah de Lemos e Silva Machado, da 19ª Vara Civil de São Paulo, condenou Jair Bolsonaro a indenizar a jornalista Patrícia Campos Mello, da Folha de S.Paulo, em R$ 20 mil por danos morais. A decisão determina também que o presidente pague as custas processuais no valor de 10% da condenação. Cabe recurso.

A repórter acionou a Justiça após sofrer ataque de cunho sexual, em fevereiro de 2020. “Ela queria um furo. Ela queria dar o furo”, disse o presidente, na saída do Alvorada. Após uma pausa durante os risos, concluiu: “A qualquer preço contra mim”.

“Não há que se falar em liberdade de expressão, devendo observar o direito alheio, especificamente a honra da vítima”, disse a juíza. O Planalto não comentou até a conclusão desta edição.

Publicidade