Juiz da Lava Jato do Rio confirma presença na posse como convidado

O juiz federal responsável pelos processos da Lava Jato do Rio, Marcelo Bretas, confirmou presença na cerimônia de posse do…


O juiz federal responsável pelos processos da Lava Jato do Rio, Marcelo Bretas, confirmou presença na cerimônia de posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), nesta terça-feira, 1, no Palácio do Planalto, em Brasília. Convidado por Bolsonaro, o juiz da 7ª Vara Federal Criminal afirmou também irá à recepção no Itamaraty – evento restrito a convidados especiais do presidente eleito.

Questionado obre os motivos de sua presença na posse, Bretas respondeu que é “apenas um convidado”. Já sobre um possível convite para participar do governo Bolsonaro, Bretas respondeu que “não nega, nem confirma”. “Não falo sobre esses assuntos. Não nego, não confirmo. Amanhã (hoje), serei apenas mais um convidado”, afirmou, acrescentando que ele estará acompanhando de sua mulher, Simone Bretas, que também é juíza.

Assessores de Bolsonaro disseram que o filho mais velho do presidente eleito, Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), chegou a pedir para entregar o convite de seu pai ao juiz.

Recentemente, Flávio se viu em uma polêmica envolvendo um ex-assessor, Fabrício Queiroz, que foi citado em um relatório do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) devido a movimentações atípicas em sua conta. Também foram identificados depósitos feitos por funcionários do gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) na conta de Queiroz. O caso está sendo investigado pelo Ministério Público do Rio e o deputado estadual e senador eleito do Rio foi convidado para depor neste mês.

A afinidade entre Bolsonaro e Bretas começou ainda durante a campanha à Presidência. Enquanto o então candidato fez elogios ao juiz nas redes, Bretas “curtiu” postagens feitas por Bolsonaro no Twitter. Em uma delas, feita em agosto, Bretas aprovou a mensagem publicada por Bolsonaro em que exaltava o sistema educacional da Coreia do Sul e criticava o do Brasil por supostamente priorizar “sexo e ideologias”.

Na ocasião, o magistrado confirmou ao Estado que curtiu a postagem e admitiu que “concorda com alguns pontos de vista” do candidato, mas disse que não declararia em quem iria votar. “Também já curti posts da Marina (Silva, presidenciável da Rede). Quando vejo algum Twitter, por exemplo, e, se concordo, eu curto. Mas não estudo e não conheço todo programa dele ou de outro candidato”, justificou, na ocasião.

Nesta terça, Bretas compartilhou uma postagem de Bolsonaro no Twitter, com uma figura de aplauso. Na mensagem, Bolsonaro dizia aos seguidores: “Nos vemos na posse. Um forte abraço!”. T

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!