29 de junho de 2022 Atualizado 21:30

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Política

Flávio Bolsonaro ataca TSE e diz que Corte não se preocupa com democracia

De acordo com Flávio, o TSE deveria "dar de prêmio" a Bolsonaro a adoção do voto impresso

Por Agência Estado

18 de maio de 2022, às 13h38 • Última atualização em 18 de maio de 2022, às 14h53

Na esteira dos ataques do bolsonarismo ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) afirmou que a Corte não se preocupa com a democracia ao resistir a implementar as mudanças no sistema eleitoral brasileiro propostas pelas Forças Armadas.

“Estão preocupados com a imagem deles, não estão preocupados com a democracia. Isso é muito grave”, afirmou, em entrevista ao SBT, o filho “Zero Um” do presidente Jair Bolsonaro (PL) e coordenador da campanha à reeleição.

“Fica parecendo, com essa resistência, que estão querendo esconder alguma coisa. É a percepção da maioria da população. A gente está avisando desde antes: não vamos esperar acontecer para depois a gente acusar que teve problema”, seguiu o parlamentar.

De acordo com Flávio, o TSE deveria “dar de prêmio” a Bolsonaro a adoção do voto impresso em um eventual segundo mandato. “A primeira coisa que o presidente, sendo reeleito, o TSE poderia dar para ele de prêmio é fazer o voto impresso, para acabar com qualquer tipo de discussão”, disse o filho de Bolsonaro na entrevista, sem considerar que a adoção do voto impresso cabe ao Congresso e que a proposta foi rejeitada no Parlamento no ano passado.

O senador ainda atacou o Supremo Tribunal Federal (STF), outro alvo comum de Bolsonaro. “Depende de alguns deles ali pararem de querer ficar infernizando vida do presidente dia sim e outro também”, declarou, sobre como melhorar a relação tensa entre Executivo e Judiciário.

Publicidade