05 de julho de 2020 Atualizado 21:51

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Ato pró-governo

Esplanada dos Ministérios é palco de carreata pró-Bolsonaro

Presidente participou do ato junto com o ministro Augusto Heleno, cumprimentando os apoiadores

Por Agência Estado

24 Maio 2020 às 12:02 • Última atualização 24 Maio 2020 às 16:43

A Esplanada dos Ministérios foi palco de uma carreata de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A manifestação, que já estava marcada e tem a participação de Youtubers pró-governo, também reúne apoiadores em frente ao Palácio do Planalto e a expectativa é de que o presidente participe do ato.

O presidente deixou o Palácio da Alvorada por volta das 11h30 de helicóptero e fez um sobrevoo pela Esplanada.

– Brasília agora.- Ordem e progresso.

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Sunday, May 24, 2020

Depois que o helicóptero pousou, Bolsonaro seguiu a pé para a manifestação. Ele alternou períodos com e sem máscara, apesar do uso do equipamento ser obrigatório em Brasília.

Ele cumprimentou apoiadores em frente ao Palácio do Planalto. O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, e o deputado Hélio Lopes (PSL-RJ), acompanham o presidente.

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Sunday, May 24, 2020

Bolsonaro deu seis voltas em frente a grade onde os apoiadores estavam. Cercado por seguranças, parou para cumprimentar as pessoas e tirar fotos. Chegou ainda a pegar uma criança no colo.

Os apoiadores seguravam cartazes com frases como “Supremo é o Povo” e “o Poder emana do povo” e “o povo é Bolsonaro”. De forma isolada, alguns manifestantes exibiram cartazes contra o Supremo Tribunal Federal e a imprensa. “Abaixo a ditadura do STF”, dizia um dos cartazes. Em outro, frase classificava a imprensa como “inimiga”. A presença de frases de tom antidemocrático contraria orientação da semana passada, em que em outro ato Bolsonaro fez chegar a lideranças do protesto pedido para não exibir faixas contra o STF e o Congresso.

Manifestantes puxaram coros de apoio e foram acompanhados por Bolsonaro quando cantaram “Eu sou brasileiro com muito orgulho”. Uma caixa de som segurada por um apoiador reproduziu o hino nacional e também trechos da fala de Bolsonaro na reunião ministerial de 22 de abril.

Diferente de outras manifestações ocorridas nos últimos finais de semana, o esquema de segurança desta vez está mais reforçado e os manifestantes não conseguirão ficar na grade de frente ao Palácio do Planalto, onde normalmente têm tido contato mais próximo com Bolsonaro nos últimos atos. Os participantes do protesto estão na grade que fica na Praça dos Três Poderes, mais distante do Planalto.