Doria: Não cabe a um presidente da República convocar manifestações


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), defendeu a reforma tributária ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e fez críticas aos posicionamentos do presidente Jair Bolsonaro em relação aos governadores. “Ele deveria defender o pacto federativo”, disse. “Estive agora com Maia e sigo para um encontro com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), para me manifestar em apoio ao Congresso Nacional”, disse Maia na Câmara dos Deputados.

“Não se pode insuflar manifestações públicas contra o Congresso Nacional. Congresso é um poder constituído pelo voto direto do povo”, afirmou. “População pode e deve ter o direito de se manifestar, mas não em uma manifestação orquestrada com o sentimento partidário ideológico”, afirmou.

Sobre as declarações de Bolsonaro a respeito de uma suposta fraude no primeiro turno das eleições de 2018, Doria disse que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já respondeu à questão. “Se o presidente não confia em sua própria eleição, ele que participe de outra eleição”, afirmou.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora