Doria diz que definiu pacto de atuação e solidariedade com Bolsonaro

O governador eleito João Doria (PSDB) afirmou nesta quinta-feira, 8, que definiu um pacto de "atuação e solidariedade" com o…


O governador eleito João Doria (PSDB) afirmou nesta quinta-feira, 8, que definiu um pacto de “atuação e solidariedade” com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). Em São Paulo, Doria reuniu os outros dois governadores tucanos eleitos – Reinaldo Azambuja (MS) e Eduardo Leite (RS) – para reforçar o apoio do partido ao futuro presidente.

O evento, uma entrevista coletiva, selou também um pacto de atuação conjunta do trio no PSDB. Doria alertou que não se tratava de “fazer adesão ao governo, mas a defesa do Brasil”. Doria afirmou que na próxima quarta-feira haverá uma reunião com o presidente em Brasília.

Reinaldo Azambuja, governador reeleito do Mato Grosso do Sul, disse que apoiar a ‘agenda Brasil’ não significa adesão ao governo. Eduardo Leite, governador eleito do Rio Grande do Sul, disse que seria pertinente discutir a antecipação da convenção nacional do PSDB de dezembro para maio.

No evento, Doria comentou também que “a eleição acabou”. “O combate eleitoral às vezes é como final de campeonato. Sempre tem algum arranhão”.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!