Cristovam Buarque é agredido verbalmente na Comissão de Educação

Sob gritos de "golpista" e "traidor", senador desistiu de presidir a reunião e acabou encerrando a sessão


O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) foi agredido verbalmente, nesta quinta-feira (1º) enquanto presidia sessão da Comissão de Educação. A sessão era uma audiência pública para discussão da proposta conhecida como “Escola Sem Partido” e contou com a presença de convidados de movimentos sociais organizados.

Sob gritos de “golpista” e “traidor”, Cristovam desistiu de presidir a reunião e acabou encerrando a sessão. O senador, que foi ministro da Educação no Governo Lula e foi demitido, desde então rompeu com a gestão petista.

Ele votou a favor do impeachment de Dilma Rousseff, na sessão que ocorreu na quarta-feira, 31, no Senado.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora