Caso Marielle continua subordinado à Secretaria de Polícia Civil do Rio, diz MPRJ


Em nota divulgada no início da tarde desta quarta-feira, 30, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) informou que “as investigações destinadas a apurar a participação de possíveis outros envolvidos nos homicídios da vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes continuam integralmente à cargo da Delegacia de Homicídios, que é subordinada à Secretaria de Polícia Civil do Rio”.

“A atividade investigatória em questão é permanentemente acompanhada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPRJ) e se processa sob sigilo decretado pelo Juízo de Direito do 4º Tribunal do Júri da Comarca da Capital Fluminense.”

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora