Bolsonaro comenta fala de Eduardo e diz que Brasil não tem problemas com a China


O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta sexta-feira, 20, que não há nenhum conflito entre Brasil e China após seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), culpar o país asiático pela pandemia do novo coronavírus. A publicação, feita na quarta-feira (18) pelas redes sociais, gerou uma grande repercussão e foi repudiada pelo embaixador da China no Brasil, Yang Wanming e autoridades brasileiras.

Questionado por jornalistas sobre as declarações do “filho 03”, o mandatário afirmou que não iria opinar sobre o assunto, mas que era “página virada”. “Não há nenhum problema. Se tiver que ligar para o presidente Xi Jinping, faço sem nenhum problema”, disse. Entretanto, minimizou motivos para que faça um pedido de desculpa formal. “Eu fiz alguma acusação?”

Bolsonaro esclareceu que o contato com o país poderia ser necessário por conta da pandemia de coronavírus, que está em crescimento no Brasil.

“Tem uma questão muito maior que é o vírus. Lá a curva está em descendência (sic), os hospitais estão sendo desativados. Saber o que foi utilizado para chegar a esse ponto. Se houver necessidade eu ligarei sim, sem problemas. Faz parte do meu ofício uma atitude como essa”, disse.

Segundo o presidente, o governo federal e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) está em contato com outros países sobre remédios e vacinas em testes. A expectativa é que haja algum medicamento disponível para quando o Brasil atingir o pico da disseminação da covid-19.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora