Associação critica Aras em caso de fake news


A Associação Nacional dos Procuradores da República protestou ontem contra a manifestação do procurador-geral Augusto Aras, que defendeu, no Supremo Tribunal Federal, a legalidade do inquérito das fake news. A posição do novo chefe do Ministério Público Federal é oposta à da antecessora, Raquel Dodge, que pediu o arquivamento da apuração. A entidade afirmou ver “com surpresa” as manifestações de Aras. “A investigação citada afronta princípios elementares e muito caros ao Estado Democrático de Direito”. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora