13 de julho de 2020 Atualizado 22:45

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Política

Após estar em ato, deputado bolsonarista publica vídeo atacando antifascistas

Por Agência Estado

31 Maio 2020 às 18:00 • Última atualização 31 Maio 2020 às 18:19

Após participar de um ato a favor do presidente Jair Bolsonaro na manhã deste domingo (31), na orla de Copacabana, zona sul do Rio, o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) atacou e ameaçou manifestantes antifascistas em um vídeo publicado em sua conta no Twitter. A orla carioca foi palco de pequenos protestos contra e a favor do governo federal.

Silveira, que, durante a campanha eleitoral de 2018, foi fotografado quebrando uma placa em homenagem à vereadora carioca Marielle Franco (PSOL), assassinada em março daquele ano, transmitiu os atos ao vivo em suas redes sociais. À tarde, o deputado voltou às redes sociais para publicar o vídeo, cerca de duas horas após o presidente Bolsonaro republicar, também em sua conta no Twitter, uma imagem com uma publicação do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na mesma rede social, na qual o americano afirma que o seu país vai passar a considerar grupos antifascismo como “organização terrorista”.

Silveira começa o vídeo, recheado de palavrões e gravado em “selfie”, aparentemente pelo celular, enquanto dirigia um veículo, dizendo que mandaria um “recadinho” para os “antifas”, “esses vagabundos, comunistas, que estão na rua o tempo todo”. “Tem muito policial armado nessas manifestações, que um dos vocês manifestantes antifascistas vai achar o de vocês”, afirma Silveira no vídeo. O deputado menciona os protestos em Copacabana. Silveira diz que “esperou” os manifestantes antifascistas para uma briga no local, mas eles foram “covardes”.