01 de julho de 2022 Atualizado 20:29

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Mundo

UE recomenda candidatura da Ucrânia para fazer parte do bloco

Por Agência Estado

17 de junho de 2022, às 09h08 • Última atualização em 17 de junho de 2022, às 10h38

O braço executivo da União Europeia (UE) recomendou nesta sexta-feira, 17, a candidatura da Ucrânia para eventual adesão ao bloco, atualmente composto por 27 países. A Comissão Europeia anunciou sua proposta de conferir à Ucrânia o status de candidato após acelerar a análise de respostas a um questionário sobre critérios econômicos.

O governo ucraniano entrou com pedido de adesão à UE menos de uma semana depois de a Rússia invadir o país, no fim de fevereiro.

“Os ucranianos estão dispostos a morrer pela perspectiva europeia”, afirmou a presidente da Comissão, Ursula von der Leyen. “Queremos que eles vivam conosco, o sonho europeu.”

Junto com a Ucrânia, a Comissão também recomendou dar à Moldávia o status de candidato à filiação ao bloco e avaliou o pedido de adesão da Geórgia, mas ressaltou que o país do Cáucaso ainda precisa atender uma série de condições.

Líderes da UE deverão discutir as recomendações durante uma reunião de cúpula na próxima semana em Bruxelas, a capital belga.

Embora o endosso da Comissão represente um forte sinal de solidariedade à Ucrânia, a adesão poderá demorar anos, ou até mesmo décadas, para se concretizar.

*Com informações da Associated Press

Publicidade