Ucrânia e rivais separatistas pró-Rússia fecham acordo para troca de prisioneiros


O governo da Ucrânia e representantes de grupos separatistas pró-Rússia deram início neste domingo à troca de prisioneiros, um pequeno passo para uma reaproximação que visa selar a paz entre os dois lados em um conflito que teve início em 2014.

De acordo com um representante do autodeclarado governo da República do Povo de Donetsk, o grupo concordou em entregar 55 prisioneiros para Kiev. Em troca, o governo ucraniano aceitou devolver 87 detidos aos separatistas.

Mais tarde, um representante do governo ucraniano afirmou que Kiev esperava o retorno de 80 prisioneiros. Segundo fontes oficiais de ambos os lados o número exato de prisioneiros envolvidos na troca ainda está sendo verificado.

O acordo se seguiu às negociações de paz na Cúpula de Paris, ocorridas no início deste mês entre os presidentes da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, e da Rússia, Vladimir Putin, e faz parte de uma série de medidas aceitas pelos dois lados para reduzir a tensão na região.

Entre outras medidas ainda aguardadas, que reafirmam os termos do acordo de paz alcançado quatro anos atrás em Minsk (Bielorrússia), estão a implementação de um cessar-fogo total, o retorno do controle da fronteira com a Rússia para os ucranianos e a concessão de mais autonomia às regiões detidas pelos separatistas.

Fonte: Associated Press.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora