Trudeau: Há evidências de que avião ucraniano foi derrubado sem intenção pelo Irã


O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, afirmou nesta quinta-feira, 9, que “há evidências” de que o Boeing 737 ucraniano que caiu após decolar de Teerã na terça-feira foi derrubado sem intenção pelo Irã.

Em coletiva de imprensa, o mandatário disse que uma investigação preliminar a qual teve acesso ontem à noite indica a “possível” causa da queda, mas que ainda é muito cedo para tirar conclusões sobre a responsabilidade pelo ocorrido. “Nós precisamos de uma investigação completa e com credibilidade”, acrescentou.

Trudeau também afirmou que, por enquanto, o Irã não deseja entregar a caixa preta da aeronave. Segundo o primeiro-ministro canadense, porém, as autoridades iranianas indicaram ao presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenski, que liberarão o acesso para uma investigação.

“Vamos conversar com nossos parceiros internacionais, continuar as investigações e falar com o Irã sobre isso”, declarou.

Ao ser questionado sobre uma possível responsabilidade também dos Estados Unidos pela queda da aeronave, Trudeau voltou a dizer que é muito cedo para tirar conclusões.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora