Traficante de armas brasileiro se declara culpado em Miami

Uma das remessas foi interceptada no Brasil e continha 30 fuzis AK-47 e AR-15, escondidos em aquecedores, segundo a Justiça norte-americana


Preso no sul da Flórida, o brasileiro Frederik Barbieri, de 46 anos, se declarou culpado nesta terça-feira, 15, de contrabandear armas de fogo para o Brasil. Ele confessou embarcar ilegalmente as armas escondidas em aquecedores de água e outros eletrodomésticos de grande porte.

Foto: Divulgação
Remessa com 30 fuzis AK-47 e AR-15 foi interceptada no Brasil

Uma remessa rastreada até Barbieri, que foi interceptada no Brasil, continha 30 fuzis AK-47 e AR-15 escondidos em aquecedores, segundo promotores federais americanos. Os números de série das armas foram apagados.

Autoridades dizem que registros revelaram outras dezenas de remessas de aquecedores de água, unidades de ar condicionado e motores elétricos, capazes de esconder mais armas de fogo. Uma busca em fevereiro em um armazém do brasileiro revelou 52 fuzis e 2.000 cartuchos de munição.

Barbieri pode pegar até 25 anos de prisão quando for sentenciado em julho.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!