Piñera anuncia aumento de pensões e redução de impostos para conter protestos


O presidente do Chile, Sebastián Piñera, anunciou um novo pacote de medidas econômicas na noite desta terça-feira, 22, como tentativa de conter os violentos protestos que já deixaram 15 mortos em cinco dias no país.

As novas medidas divulgadas incluem um aumento imediato de 20% do valor mínimo das pensões, de US$ 151 para US$ 181, o que beneficiará 590 mil pessoas, e a criação de uma renda complementar mensal para trabalhadores com salário inferior a 350 mil pesos (cerca de US$ 480). Além disso, será revogado um acréscimo recente de 9,2% na conta de luz e uma elevação de impostos sobre salários superiores a US$ 11 mil mensais.

O presidente também anunciou reduções salariais de parlamentares e restrições à reeleição. As medidas foram anunciadas após reunião com três dos seis líderes políticos da oposição, e algumas ainda dependem de aprovação dos congressistas. Fonte: Associated Press.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora