15 de junho de 2021 Atualizado 20:40

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Mundo

CEO da Pfizer diz que empresa irá doar 2 bilhões de doses de vacina a países pobres

Segundo ele, a empresa elevou sua capacidade "de modo dramático" para conseguir atender à forte demanda

Por Agência Estado

08 jun 2021 às 13:50 • Última atualização 08 jun 2021 às 14:51

O executivo-chefe da Pfizer, Albert Bourla, afirmou nesta terça-feira, 8, que a empresa dará 2 bilhões de doses de vacina contra a covid-19 para os países mais pobres do mundo, em 2021 e 2022, sendo 1 bilhão delas a cada ano. A declaração foi dada durante o evento virtual da GZERO Media.

Em sua fala, Bourla comentou que a Pfizer só não consegue produzir ainda mais vacinas por causa da falta de matéria-prima disponível. Segundo ele, a empresa elevou sua capacidade “de modo dramático” para conseguir atender à forte demanda por esse imunizante.

Bourla ainda disse que nenhuma das variantes do vírus surgidas até agora é resistente à vacina. Segundo ele, pode ocorrer de uma cepa futura seja resistente e é preciso estar preparado para essa eventualidade. O executivo disse que a empresa tem a capacidade de produzir uma nova versão da vacina resistente a uma nova cepa eventual em 100 dias, se necessário.

Publicidade