Partido neonazista perde lugar no Parlamento grego


Um grupo de extrema direita e anti-imigração que surpreendeu os políticos da Grécia, por se transformar no terceiro principal partido do país durante a última crise econômica, foi retirado do Parlamento neste domingo, 7. O Aurora Dourada obteve apenas 2,95% dos votos na eleições legislativas, menos que os 3% necessários para ser representado no Parlamento.

O líder do partido, Nikos Mihaloliakos, declarou que “o Aurora Dourada não está terminado”. O partido tinha 18 deputados no Parlamento e havia conquistado 6,99% dos votos nas eleições de novembro de 2015.

No ano passado, o Twitter bloqueou a conta do partido de extrema direita por causa das novas regras implementadas pela plataforma digital contra discursos de ódio e de racismo. Vários parlamentares eleitos pelo Aurora Dourada nas eleições de 2012 estão sendo julgados pelo assassinato de rapper antifascismo, por “participação em uma organização criminosa”, além de agressões contra militantes de esquerda e imigrantes. (Com agências internacionais).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora