Paraguai e Turquia preparam acordo para colaborar no combate ao terrorismo

Os presidentes do Paraguai, Mario Abdo Benítez, e da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, concordaram neste domingo com um pré-acordo para…


Os presidentes do Paraguai, Mario Abdo Benítez, e da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, concordaram neste domingo com um pré-acordo para combater o terrorismo e o crime internacional, afirmou o ministro das Relações Exteriores local, Luis Castiglioni. O líder turco esteve na capital paraguaia por apenas três horas, após participar na sexta-feira e no sábado na Argentinas da cúpula do G20.

Castiglioni, que atuou como porta-voz da reunião no Palácio de Governo, disse em entrevista coletiva que “o pré-acordo de segurança será firmado em Ancara”, quando Abdo Benítez visitar a Turquia, em abril ou maio de 2019. Em 20 de novembro, a Turquia abriu em Assunção sua primeira embaixada, enquanto o Paraguai deve abrir sua representação diplomática em Ancara no fim deste mês.

Castiglioni afirmou que, no intercâmbio comercial com a Turquia, o Paraguai vendeu em 2017 produtos agrícolas e pecuários num total de US$ 303 milhões, importando apenas US$ 30 milhões em produtos manufaturados.

“O presidente Erdogan convidou nosso presidente a visitar Ancara acompanhado por uma delegação de empresários porque deseja que o Paraguai venda a seu país mais produtos alimentícios e carne bovina”, afirmou o ministro. Erdogan solicitou, além disso, a formação de uma equipe de especialistas em comércio internacional para “avançar em acordos de proteção recíproca de investimentos e exoneração de duplas tributações, para que as empresas de seu país possam entrar no Mercosul a partir do Paraguai”, afirmou Castiglioni.

O premiê japonês, Shinzo Abe, por sua vez, tinha previsto chegar a Assunção na noite de domingo para uma visita breve, de três horas, durante a qual terá um encontro com Abdo Benítez. Fonte: Associated Press.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!