24 de novembro de 2021 Atualizado 16:54

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Propaganda

Papai Noel se relaciona com homem em propaganda da empresa de serviço postal da Noruega

Propaganda de Natal da Posten celebra os 50 anos do fim da lei que proibia casamentos de pessoas do mesmo sexo no país

Por *Natália Velosa

24 nov 2021 às 16:54

Em comemoração aos 50 anos do fim da lei que proibia casamentos de pessoas do mesmo sexo na Noruega, abolida em 1972, o Posten, empresa de serviço postal do país, realizou uma propaganda em que o Papai Noel está em um relacionamento gay.

A propaganda “Quando Harry Conhece Noel” tem quase quatro minutos de duração e mostra a vida de Harry, um homem norueguês que aparenta ter meia idade. No vídeo, ele flagra o bom velhinho em sua casa durante uma madrugada de Natal.

Durante a propaganda, vemos a cena se repetindo nos próximos anos e Harry passa a flagrar Papai Noel na sua casa nas vésperas de Natal. É possível perceber a troca de olhares curiosos entre os dois. O contato entre eles, porém, é sempre interrompido, porque Noel precisa entregar os presentes para as outras casas.

Em um ano, Harry decide enviar uma carta ao Polo Norte com o desejo de natal, escrito: “Querido Papai Noel, tudo o que eu quero de Natal é você”.

Na espera que seu desejo seja correspondido na noite de véspera de Natal, a campanhia toca e Harry vai ansioso atender. Na expectativa de ver Noel, a visita era apenas uma carteira com os seus presentes.

Na volta para dentro da casa, ele vê o velhinho o esperando. Noel diz que “arranjou uma mãozinha este ano” para poder ficar com Harry, e os dois se beijam.

A propaganda polêmica de Natal, entretanto, não é novidade para a Postem. Em 2019, a empresa de serviço postal realizou um vídeo em que José de Nazaré era um entregador dos correios em Belém.

Em 2020, com a campanha “Faça o Natal Grande de Novo”, eles retrataram Papai Noel de forma raivosa, inspirado no então presidente dos Estados Unidos Donald Trump, que tinha perdido as eleições norte-americanas.

*Estagiária sob supervisão de Luciano Bianco

Publicidade