13 de julho de 2024 Atualizado 00:27

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Mundo

Navio de guerra iraniano de 94 metros tomba e pode ficar seis meses inativo

Por Agência Estado

10 de julho de 2024, às 18h47

Um dos mais novos navios de guerra do Irã, a fragata Sahand, de 94 metros de comprimento, virou no porto da cidade iraniana de Bandar Abbas no fim de semana enquanto passava por reparos. O incidente pode danificar os principais sistemas de combate e deixar o navio fora de serviço por até seis meses disse um analista naval em entrevista à CNN.

O incidente ocorreu após a Fragata Sahand perder o equilíbrio devido a um vazamento de água em seus tanques, informou o relatório da Agência de Notícias da República Islâmica (IRNA). Várias pessoas sofreram ferimentos leves e foram levadas para um hospital.

O analista naval Carl Schuster, ex-capitão da Marinha dos EUA, disse à emissora americana que o Irã levaria de quatro a seis meses para consertar a fragata. “A água do mar danifica gravemente os eletrônicos e entra em tudo. Então, todos os eletrônicos terão que ser removidos e limpos quimicamente para remover o sal”, explicou.

Schuster acrescentou que peças mecânicas afetadas também podem levar à falha do motor se elas não forem completamente limpas. “A incrustação de sal destrói os revestimentos dos pistões e as lâminas da turbina e interfere na combustão, então se pegarem atalhos para colocar o navio de volta em serviço, pagarão um preço alto por isso”, disse à CNN.

Navios como o Sahand tendem a ter muito peso de eletrônicos e armas acima do centro de gravidade, afirma o ex-capitão. Se os tanques de combustível inferiores forem esvaziados, algo prudente durante um processo de reparo, o peso superior deverá ser removido para manter o navio em equilíbrio. Caso contrário, você corre o risco de virar o navio, principalmente se houver ventos fortes, disse à CNN.

Uma foto da agência de notícias Tasnim mostrou o navio de guerra, com um deslocamento de cerca de 2.000 toneladas, apoiado no lado esquerdo no porto de Bandar Abbas. De acordo com Schuster, a imagem sugere que o navio virou rapidamente ao invés de afundar e se acomodar no fundo relativamente raso do porto de Bandar Abbas.

Segundo a CNN, a agência de notícias iraniana informou que o navio de guerra já estava “sendo reequilibrado”. Schuster afirma que esse é um processo que provavelmente levará uma semana ou mais, sendo necessários guindastes, bexigas de flutuação e bombas portáteis.

Publicidade