20 de julho de 2024 Atualizado 18:17

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Mundo

Nancy Pelosi sinaliza que Biden pode reconsiderar candidatura depois de debate contra Trump

Por Agência Estado

10 de julho de 2024, às 18h47

A deputada democrata Nancy Pelosi, ex-presidente da Câmara e uma das aliadas mais antigas de Joe Biden, sinalizou nesta quarta-feira, 10, que Biden pode reconsiderar a tentativa de se reeleger depois do desastroso debate contra Donald Trump em junho.

Em entrevista ao programa Morning Joe, da emissora MSNBC, Pelosi disse que apoiaria Biden independente da decisão. Ela espera que as conversas sobre o futuro político do democrata sejam reiniciadas após a cúpula da Otan, que acontece em Washington e tem na agenda a previsão de uma entrevista coletiva nesta quinta-feira com o presidente dos Estados Unidos. Será a primeira vez que Joe Biden falará com jornalistas desde o debate.

Mesmo com a repercussão negativa da sua performance no debate, Biden, de 81 anos, segue determinado a tentar a reeleição. Isso preocupa os democratas que estão no Capitólio, e os comentários de Pelosi pareciam feitos com a intenção de sugerir aos democratas mais alarmados, que estão com Biden, que há espaço para mudar de ideia.

Ante a repercussão que as declarações da democrata tiveram, Pelosi procurou o New York Times para dar maiores explicações sobre o que disse. “O presidente é ótimo, há algumas deturpações do que eu disse”, declarou. “Eu nunca disse que ele deveria reconsiderar sua decisão. A decisão é do presidente. Eu não sei o que aconteceu com o The New York Times para que eles inventem notícias. Não é verdade.”

Horas depois das declarações da deputada, o deputado Pat Ryan (democrata) se tornou o oitavo membro do partido no Congresso a pedir publicamente o afastamento de Biden. A pressão também segue entre aqueles que doaram dinheiro para a campanha do democrata, como o ator George Clooney. No início desta quarta-feira, Clooney, que em junho arrecadou US$ 28 milhões (R$ 151 milhões, na cotação atual) em Hollywood para Biden, também pediu que o presidente desista da candidatura.

Nesta terça-feira, após uma longa reunião na qual os democratas da Câmara discutiram privadamente suas preocupações sobre a candidatura de Biden, a deputada Mikie Sherrill pediu que o presidente se afastasse. E após uma sessão semelhante no Senado, o senador Michael Bennet, democrata do Colorado, disse em uma entrevista à CNN que não achava que Biden poderia derrotar Trump.

“Acho que podemos perder tudo”, disse Bennet, referindo-se à Casa Branca e também às duas câmaras do Congresso. “A Casa Branca não fez nada desde o debate para demonstrar que tem um plano para vencer esta eleição”, acrescentou.

Publicidade