15 de julho de 2024 Atualizado 10:39

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Mundo

Na Índia, homem mata cobra a mordidas após ser atacado por ela

Por Agência Estado

11 de julho de 2024, às 12h59

Um indiano matou, na última terça-feira, 9, uma cobra a mordidas após ter sido atacado. O ferroviário Santosh Lohar, de 35 anos, estava trabalhando perto de uma floresta em Nawada (Índia), quando foi picado pela cobra, informou o NewsWeek.

Segundo a reportagem, Lohar foi atacado enquanto descansava e reagiu rapidamente agarrando e mordendo a cobra duas vezes. “Na minha aldeia há uma crença de que se uma cobra te morde, você deve mordê-la de volta duas vezes para neutralizar o veneno”, disse Lohar ao India Today .

Após a mordida, Lohar foi levado às pressas para o hospital por seus colegas para receber o antídoto. Ele foi mantido durante a noite em observação e recebeu alta no dia seguinte, informou o Times of Índia.

A Índia abriga uma grande diversidade de espécies de cobras, incluindo várias que são altamente venenosas. Algumas das mais perigosas do país incluem a cobra indiana (também conhecida como cobra de óculos), a krait comum, a víbora de Russell e a víbora de escamas de serra. Essas quatro espécies são às vezes chamadas de “Big Four” devido ao seu veneno poderoso e à proporção de ferimentos por picadas que causam.

De acordo com um estudo publicado no país em 2020, houve cerca de 1,2 milhão de mortes por picadas de cobra entre 2000 e 2019, uma média de 58.000 por ano. Trabalhadores agrícolas, moradores rurais e aqueles que vivem próximos a hábitat de cobras correm maior risco de serem picados por cobras venenosas. A maioria das mortes e consequências graves por envenenamento podem ser evitadas pelo acesso a antídotos seguros e eficazes, diz o artigo.

Publicidade