19 de janeiro de 2021 Atualizado 21:01

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Mundo

Morte de mulher atingida no Capitólio será investigada, e 4 pessoas faleceram no total, diz polícia

Por Agência Estado

07 jan 2021 às 02:04 • Última atualização 07 jan 2021 às 10:42

A morte da mulher em meio à invasão do Capitólio em Washington será investigada, esta que foi atingida pelo disparo de um membro da Guarda do Capitólio, afirmou Robert Contee, Chefe da polícia metropolitana da capital, em coletiva de imprensa na madrugada desta quinta-feira. Além da vítima, Contee afirmou que outras três pessoas morreram hoje nas imediações do Congresso, em razão de emergências médicas. Segundo boletim lido pelo policial, 14 oficiais ficaram feridos no conflito, um em estado grave. O chefe de polícia elogiou os esforços “na defesa pela democracia” dos Estados Unidos.

Contee afirmou que foram realizadas 52 prisões por desobedecer as restrições, quatro por carregar armas sem licença e uma por armamento proibido. Duas bombas foram encontradas, uma no diretório nacional do partido democrata e uma no do partido republicano. Segundo Contee, o trabalho da polícia foi o de isolar o perímetro após a retirada dos invasores, em um esforço conjunto entre polícias de Estados próximos e a guarda nacional, deslocados para a ocasião.

Sobre os próximos dias, quando o esforço poderá ser repetido, “se você não está envolvido com atividades ilegais, fique longe das ruas”, alertou o chefe de polícia.

Publicidade