14 de julho de 2024 Atualizado 16:16

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Brasil e Mundo

Membros do Hamas tentam invadir fronteira de Israel com Gaza e entram em confronto com Exército

Por Agência Estado

06 de junho de 2024, às 11h43

Terroristas do grupo terrorista Hamas tentaram invadir o sul de Israel através do posto de fronteira de Kerem Shalom nesta quinta-feira, 6, e entraram em confronto com as Forças de Defesa de Israel (FDI). Um soldado israelense e três terroristas do Hamas morreram. Um dos terroristas fugiu para a Faixa de Gaza.

A tentativa de invasão ocorreu pouco antes do amanhecer. Soldados israelenses detectaram movimentos suspeitos perto da fronteira e iniciaram uma patrulha na área.

O Exército israelense considera que a área que os terroristas entraram é uma zona tampão e proíbe que civis palestinos passem pelo local. Os terroristas estavam armados com foguetes RPG e abriram fogo quando viram as tropas israelenses, segundo a mídia local.

Dois terroristas foram então eliminados por um ataque de drone e um terceiro foi morto por um tanque israelense. O grupo terrorista Hamas assumiu a responsabilidade pelo ataque. As FDI apontaram que não houve violação do território israelense e que o episódio está sendo investigado.

A morte do soldado Zeed Mazarib levou o número de soldados mortos na guerra entre Israel e o grupo terrorista Hamas a 290.

Bombardeio em escola

A tentativa de invasão ocorreu em meio a bombardeios israelenses no enclave palestino. Tel-Aviv afirmou ter sido responsável pelo ataque aéreo que atingiu uma escola da Agência das Nações Unidas para os Refugiados Palestinos (UNRWA) na Faixa de Gaza nesta quinta-feira. Segundo as Forças Armadas israelenses, o local abrigava uma base do grupo terrorista Hamas.

O ataque resultou em pelo menos 37 mortes, entre eles 23 mulheres e crianças, conforme o Hospital de Gaza. O Exército israelense afirmou que “os caças realizaram um ataque preciso a uma base do Hamas localizada em uma escola da UNRWA”, na região de Nuseirat.

Guerra

A guerra começou no dia 7 de outubro do ano passado, quando terroristas do Hamas invadiram o território israelense, mataram 1.200 pessoas e sequestraram 250. Este foi o maior ataque terrorista da história de Israel e o maior contra judeus desde o Holocausto.

Após o ataque, Israel iniciou uma ofensiva na Faixa de Gaza com bombardeios aéreos e invasão terrestre. Segundo o ministério da Saúde de Gaza, que é controlado pelo Hamas, cerca de 36 mil palestinos morreram desde o inicio da guerra. O ministério não diferencia civis de terroristas do Hamas.

Nos dias subsequentes ao ataque do Hamas em outubro do ano passado, terroristas do grupo tentaram invadir o território israelense, mas não tiveram sucesso.

Publicidade