Membros do Estado Islâmico fogem de Ramadi após ofensiva do Iraque


Combatentes do Estado Islâmico fugiram da última área remanescente sob o seu controle, em Ramadi, neste domingo, após forças de segurança iraquianas cercarem o bairro e prepararem uma última ofensiva sobre a cidade, disseram autoridades iraquianas.

Os militantes estavam fugindo para os subúrbios ao leste da cidade, juntamente com suas famílias. Reféns civis foram utilizados como escudos humanos, um oficial de segurança disse.

A fuga deles ocorreu depois de forças de segurança iraquianas cercarem o centro da cidade.

As tropas iraquianas, apoiadas por ataques aéreos da coalizão liderada pelos Estados Unidos que faz oposição ao Estado Islâmico, passaram quase três semanas lutando para chegar a Ramadi, a capital da província de Anbar, no oeste do Iraque.

Este domingo foi marcado como a primeira vez que tropas iraquianas conseguiram penetrar o complexo, por meio de uma ofensiva de cinco dias, para recuperar o centro da cidade, que abrigou menos de 200 membros do grupo extremista.

Apesar do pequeno tamanho do bairro ocupado pelo Estado Islâmico, os líderes militares iraquianos disseram que seu progresso foi prejudicado por um grande número de dispositivos explosivos improvisados e outras armadilhas.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora