Macron nega mudanças em compromisso sobre gastos na Otan e contradiz Trump

O presidente da França, Emmanuel Macron, negou a afirmação de mais cedo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de…


O presidente da França, Emmanuel Macron, negou a afirmação de mais cedo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de que os aliados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) concordaram em elevar os gastos com defesa mais rápido e para além de 2% do Produto Interno Bruto (PIB). “Houve um comunicado publicado ontem e ele está muito detalhado”, comentou Macron. “Ele confirma a meta de 2% do PIB em gastos com defesa. Isso é tudo.”

O comunicado da cúpula da Otan desta semana reafirma o compromisso feito em 2014, após a Rússia anexar a Crimeia, de que os aliados da Otan poderiam interromper seus gastos com defesa, começando a elevá-los conforme suas economias crescessem, com o objetivo de caminhar para gastos equivalentes a 2% do PIB dentro de uma década.

Ainda segundo Macron, Trump não ameaçou retirar os EUA da Otan por causa das divergências sobre o financiamento da aliança. “O presidente Trump nunca, em nenhum momento, em público ou em privado, ameaçou se retirar da Otan”, afirmou o líder francês.

Em entrevista coletiva mais cedo, Trump disse que houve um compromisso dos países da Otan para acelerar o ritmo de suas altas em gastos com defesa. O presidente americano afirmou que ficou muito satisfeito com os acontecimentos no encontro. Fonte: Associated Press.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!