Harry e Meghan deixarão título de ‘alteza real’ e de receber dinheiro público

Os Sussex, como são chamados, continuarão mantendo patrocínios e associações particulares


Foto: Reprodução - Instagram.JPG
Casal deixará de usar o título de “alteza real” e não receberá mais dinheiro público para os deveres reais

O Palácio de Buckingham emitiu um comunicado neste sábado, 18, no qual apresenta as decisões tomadas pela família real britânica após o príncipe Harry e Meghan Markle decidirem levar uma vida independente da realeza. Como resultado, o casal deixará de usar o título de “alteza real” e não receberá mais dinheiro público para os deveres reais.

Os Sussex, como são chamados, continuarão mantendo patrocínios e associações particulares. A nota informa que, embora eles não possam mais representar formalmente a rainha Elizabeth, deixaram claro que tudo o que fizerem continuará sendo para defender os valores de Sua Majestade.

A família real também afirmou que Meghan e Harry desejam reembolsar as despesas pela reforma do Frogmore Cottage, que continuará sendo a casa familiar deles no Reino Unido.

O Palácio não informa se o casal permanecerá sendo protegido pela segurança da realeza. “Existem processos independentes bem estabelecidos para determinar a necessidade de segurança com financiamento público”, diz o comunicado.

Rainha apoia decisão

Junto com o comunicado do Palácio, foi emitido outro em nome da rainha Elizabeth, no qual ela afirma estar “satisfeita” por ter encontrado, junto com a família, um “caminho construtivo” para o neto Harry e a família dele.

“Harry, Meghan e Archie sempre serão membros muito amados da minha família”, disse a monarca em uma nota publicado no site da família real britânica. O comunicado também foi compartilhado no perfil oficial de Meghan e Harry no Instagram.

Leia abaixo o comunicado da rainha na íntegra:

“Depois de muitos meses de conversas e mais recentes discussões, estou satisfeita que juntos encontramos um caminho adiante construtivo e de apoio para meu neto e sua família. Harry, Meghan e Archie sempre serão membros muito amados da minha família.

Eu reconheço os desafios que eles viveram como resultado do intenso escrutínio ao longo dos últimos dois anos e apoio o desejo deles de uma vida mais independente.

Eu quero agradecê-los por todo o trabalho dedicado em todo este país e estou particularmente orgulhosa de como Meghan se tornou rapidamente uma integrante da minha família. É o desejo de toda a minha família que o acordo de hoje permita que eles comecem a construir uma nova vida feliz e pacífica.” (Com agências internacionais).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora