20 de julho de 2024 Atualizado 18:17

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Mundo

Governadores democratas prometem apoio a Biden em meio a dúvidas sobre permanência nas eleições

Presidente se reuniu por mais de uma hora na Casa Branca, tanto presencialmente quanto virtualmente, com mais de 20 governadores de seu partido

Por Agência Estado

04 de julho de 2024, às 08h03 • Última atualização em 04 de julho de 2024, às 10h52

Governadores democratas dos Estados Unidos apoiarão Joe Biden na luta para manter sua candidatura à Casa Branca, afirmaram nesta quarta-feira, 3, dois deles, Wes Moore, de Maryland, e Tim Walz, de Minnesota, após uma reunião com o presidente.

Biden, de 81 anos, se reuniu por mais de uma hora na Casa Branca, tanto presencialmente quanto virtualmente, com mais de 20 governadores de seu partido. Os governadores disseram aos repórteres que a conversa foi “franca” e que expressaram preocupações sobre o desempenho de Biden no debate da semana passada. No entanto, eles não se juntaram a outros democratas que pedem para que ele saia da corrida.

Biden está “apto” para cumprir suas funções, afirmou Tim Walz, enquanto a governadora do Estado de Nova York, Kathy Hochul, assegurou que Biden “estava na corrida para vencer”. “O presidente é nosso candidato. O presidente é nosso líder partidário”, disse Wes Moore. Ele acrescentou que, na reunião, Biden “deixou muito claro que está nesta disputa para vencer”.

Após o fraco desempenho no debate presidencial contra Donald Trump na quinta-feira passada, dia 27, Biden tem estado sob intensa pressão para abrir mão de sua candidatura. Dois legisladores democratas pediram que Biden saísse da corrida, enquanto um aliado importante sugeriu publicamente como o partido poderia escolher outra pessoa. E assessores seniores disseram acreditar que ele pode ter apenas alguns dias para mostrar que está à altura do desafio antes que a ansiedade no partido transborde.

“Deixe-me dizer isso o mais claramente possível: estou concorrendo… ninguém está me empurrando para fora”, disse Biden em uma ligação com membros de sua campanha de reeleição. “Eu não estou saindo. Estou nesta corrida até o fim e vamos vencer.”

O democrata admitiu que teve um mau desempenho no debate e adotou um discurso franco em uma entrevista à rádio Civic Media de Wisconsin. “Eu estraguei tudo. Cometi um erro. Foram 90 minutos no palco. Veja o que fiz em três anos e meio”, disse.

O debate levou vários democratas, inclusive grandes personalidades como Nancy Pelosi, a questionar publicamente a acuidade mental de Biden, inclusive pedindo abertamente que desista da corrida à Casa Branca. Na primeira pesquisa divulgada pelo The New York Times após o duelo, o ex-presidente Donald Trump ampliou a vantagem sobre Joe Biden para seis pontos porcentuais. (Com agências internacionais).

Publicidade