Evo Morales defende a criação de milícias na Bolívia


O ex-presidente boliviano Evo Morales, asilado na Argentina, defendeu a criação na Bolívia de milícias armadas “como na Venezuela”. A declaração foi ao ar em uma rádio boliviana. Mais tarde, ele afirmou que as pessoas têm o direito de se defender. “Na Bolívia, se as Forças Armadas estão matando o povo, o povo tem o direito de organizar sua segurança”, disse o ex-presidente, ao justificar sua declaração. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora