EUA suspende sanções contra ministros da Turquia

O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos informou em seu site que os ministros de Justiça e do Interior da…


O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos informou em seu site que os ministros de Justiça e do Interior da Turquia, respectivamente Abdulhamit Gül e Süleyman Soylu, foram removidos da lista de indivíduos alvo de sanções do seu Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros (Ofac, na sigla em inglês).

As punições, aplicadas em agosto e agora suspensas, se deveram à recusa de Ancara em libertar o pastor americano Andrew Brunson, preso no país euro-asiático três meses após uma tentativa fracassada de golpe militar contra o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

Brunson voltou aos EUA em outubro, após a Justiça turca permitir que deixasse o país, encerrando o impasse diplomático. A Casa Branca disse que ontem o presidente americano, Donald Trump, conversou ao telefone com Erdogan em uma sinalização de alívio das tensões bilaterais desde a libertação do líder religioso. (Com informações da Associated Press)

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!