EUA: secretário de Defesa diz que acordo com Taleban é promissor, mas tem riscos


O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Mark Esper, disse neste sábado que um acordo de trégua entre o país e o Taleban que poderia levar à retirada das tropas norte-americanas do Afeganistão não está livre de riscos, mas “parece muito promissor”. Antes de um anúncio formal de uma “redução da violência” de sete dias, Esper disse que é hora de dar uma chance à paz no Afeganistão por meio de uma negociação política. As declarações vêm um dia após um alto funcionário dos EUA afirmar que o acordo foi concluído e entrará em vigor muito em breve.

A expectativa é de que o acordo seja formalmente anunciado no domingo e que a redução da violência começará na segunda-feira, segundo pessoas familiarizadas com o plano. “Então, temos na mesa agora uma proposta de redução de violência que foi negociada entre nosso embaixador e o Taleban. Parece muito promissor”, disse Esper na Conferência de Segurança de Munique. “É minha opinião também que temos de dar uma chance à paz, que o melhor e único caminho a seguir no Afeganistão é por meio de um acordo político e isso significa correr algum risco.” Segundo ele, será necessário capacitar os diplomatas e trabalhar em conjunto com os parceiros e aliados em terra para obter êxito na empreitada.

Esper e o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, se encontraram na sexta-feira em Munique com o presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, que tem se mostrado cético em relação à proposta. O plano prevê o fim dos ataques por sete dias e, depois, a assinatura um acordo de paz EUA-Taleban. As negociações de paz para todo o Afeganistão começariam em 10 dias, e a retirada gradual das forças dos EUA
ocorreria ao longo de 18 meses. Fonte: Associated Press.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora